Background

BLOG PIXELZ

Receba insigths em pós producão de imagens, fotografias de produto, melhores práticas em imagens para eCommerce

Resultados

A pesquisa não retornou nenhum resultado. Por favor, tente novamente!

Alerta: Você Está Cometendo Estes 7 Erros Comuns nas Suas Fotos de Vestuário?


Main Image

Elimine estes sete hábitos ruins da sua rotina de trabalho de fotografia de vestuário!

A indústria do comércio eletrônico muda constantemente. No entanto, embora as tendências vêm e vão a cada temporada, há algumas coisas que devem permanecer, especialmente no setor de fotografia de vestuário. Neste post, vamos identificar sete grandes erros que muitos fotógrafos cometem e conversar sobre como evitá-los para criar imagens deslumbrantes de catálogo!

Erro nº 1: Não Preparar a Peça de Roupa

Você quer que seus produtos tenham o melhor visual possível para que você possa apresentá-los aos clientes. No entanto, é compreensível que pessoalmente, a roupa possa ficar amarrotada e marcada e até começar a parecer desgastada devido ao armazenamento e transporte. Às vezes, as amostras de vestuário são até mesmo recebidas em más condições, estão antigas, esfarrapadas ou mesmo inacabadas! Preparar as peças de roupa para serem fotografadas é o ponto de partida mais importante para se fotografar vestuário, e ainda assim muitos fotógrafos de vestuário ignoram esse passo e preferem confiar no Photoshop para corrigir amassados, manchas e outros problemas acumulados ao armazenar ou transportar o produto.Porém, o Photoshop não é mágico; é preciso tempo e experiência para dominar as técnicas avançadas de edição, e todas as edições que você faz são “destrutivas” para a imagem, comprometem a qualidade da imagem. Por isso, é melhor confiar no Photoshop só para dar toques finais e corrigir cores. Assim você pode garantir que mostrará a peça de vestuário tão perfeitamente como ela é vista na câmera

Faca com que suas imagens de produtos estejam em sua melhor aparência

Faca com que suas imagens de produtos estejam em sua melhor aparência

É importante examinar minuciosamente o seu produto de cima a baixo, por dentro e por fora. Há etiquetas, aplicações e outros tipos de materiais de identificação que precisam ser removidos? Faça isso. O produto ficou amarrotado ou marcado durante o armazenamento? Passe-o a ferro ou a vapor. Use os recursos que estão disponíveis para que você possa corrigir outros danos ou detalhes indesejáveis que você possa encontrar. Em especial, fitas e rolos adesivos são ótimos para remover a poeira e fios das roupas. Em alguns casos, os modelos estão errados devido às alterações de última hora feitas no projeto (por exemplo, ajuste, cores, estampas, etc.). Tenha certeza de que você sabe quais são as mudanças de design para cada peça, de forma que você possa editar o modelo no Photoshop ou esperar para fotografar o modelo real que será vendido.

Erro nº 2: Não Usar Um Manequim ou Modelo Vivo

Muitos fotógrafos de vestuário não dão a devida importância ao ato de demonstrar para os clientes a forma e o caimento ao fotografar as roupas sendo usadas por manequins ou modelos vivos. Em vez disso, eles simplesmente colocam as roupas em uma superfície plana ou as fotografam em cabides. Esse é um grande erro! Fotografar uma peça de roupa em um manequim ou em um modelo vivo é talvez a melhor maneira de mostrar a forma das roupas e incentivar os clientes a visualizá-las sendo usadas por eles mesmos.

Os modelos fazem as roupas ganharem vida, mas quando os modelos não podem ser usados devido a restrições de orçamento ou de tempo, um manequim é a segunda melhor coisa que você pode usar com um orçamento muito baixo. Permitir que o cliente veja o caimento natural de cada produto irá dar uma ideia realista de como a roupa vai ficar no corpo dele, sem mencionar uma experiência de compras de alta qualidade. Um pouco de estilo também pode te levar longe. Se sua roupa parece estar grande demais para o seu manequim, tente ajustá-la com alfinetes ou escondendo as pontas de modo que ela fique adequada para se ajustar corretamente. Fotografar seus produtos em manequins também lhe possibilita a oportunidade de criar uma técnica sofisticada de pós-produção chamada de efeito manequim fantasma.

Com uma estilizada manequins podem realmente fazer uma grande diferenca em suas imagens de produto.

Modelos trazem vida as roupas, mas quando modelos não podem ser usadas dado a restricões de tempo ou no budget, um manequin é a mlehor coisa que você pode usar com um budget muito baixo

Erro nº 3: Não Proporcionar Imagens Suficientes

Ao contrário da crença popular, uma ou duas imagens de cada produto simplesmente não é o suficiente para dar aos clientes uma noção exata da relação custo-benefício e qualidade do seu catálogo. Por essa razão é importante dar aos clientes o máximo de informação possível sobre cada produto carregando pelo menos 3 imagens por produto e preferencialmente de 5 a 10 imagens.

At the very least, show a front, side, and back view of the product, along with a detail shot.

Muitos sites de comércio eletrônico permitirão que você carregue de 9 a 12 imagens para cada grupo de produtos, mas muitos varejistas não aproveitam essa oportunidade extra para promover seus produtos. Sempre que for viável, fotografe o seu produto em o máximo possível de ângulos. No mínimo, fotografe a frente, laterais e as costas ou parte de trás de cada produto e, em seguida, complemente que com closes de detalhes importantes dos produtos, como botões, zíperes ou bordados. Quanto mais imagens do seu produto você carregar, mais o cliente entenderá sobre ele. Isso proporcionará uma melhor experiência de compra e demonstrará a qualidade dos seus produtos, bem como garantirá que o cliente fique satisfeito quando o produto chegar. Para obter ideias sobre mais maneiras de fotografar produtos, leia o nosso Mais Recente Guia de Instruções para maximizar suas listas de produtos para Vestuário, e Acessórios.

Erro nº 4: Não Utilizar Luz Suficiente

Não seja um comerciante eletrônico cujas imagens de seus produtos parecem sombrias e subexpostas. Uma iluminação clara deve ser uma de suas maiores preocupações como um comerciante online de vestuário. Garantir que você expõe as imagens corretamente mostrará as cores dos produtos e outros detalhes com precisão, bem como fará o seu catálogo parecer ‘clean’ e profissional.

Not very good lighting. Light from a lit room

Not very good lighting. Light from a lit room

(High Quality Lighting- Lighting Kit Lit)

(High Quality Lighting- Lighting Kit Lit)

Toda roupa é diferente e ter a iluminação certa permitirá que os clientes apreciem as facetas únicas do seu vestuário. Suficiente iluminação também permite que a câmera produza imagens com maior qualidade, com menos “ruído” ou “grãos” e mais nitidez. Quanto mais escura a situação de iluminação, menor será a qualidade da imagem; e uma má qualidade de imagem não irá favorecer os seus produtos! A maneira mais flexível para garantir que você tenha iluminação suficiente é alugar equipamentos de iluminação artificial, mas caso alugar equipamentos não esteja em seu orçamento, tente usar a luz natural proveniente de uma janela grande e um painel refletor feito de placa de espuma. Leia aqui para mais informações sobre os kits de iluminação e configurações. foam board.Leia herefor more advice on lighting kits and setups.

Erro nº 5: Não usar as Configurações Corretas da Câmara

Se as configurações dacâmera estão erradas, então nenhuma experiência em Photoshop será capaz de fazer as suas imagens parecerem profissionais. Câmeras DSLR podem produzir fotografias de extrema qualidade mas configurações incorretas poderão reduzir drasticamente essa qualidade. Esteja certo de que você entende sobre ISO, abertura e balanço de branco antes de fotografar seus produtos.

1. ISO

Tenha certeza de que seu ISO não é maior do que 600 a 640. ISOs altos produzem “ruído” ou “grãos”, que são manchas acinzentadas ou coloridas que fazem as fotos parecerem mais fílmicas. Quanto mais alto ele for, pior será o ruído. Mais do que isso, no ISOs mais altos, a câmera não pode capturar o máximo de nitidez, portanto, os detalhes ficam suavizados. Usar um tripé permitirá que você mantenha o seu ISO de 100 ou 200 com a clareza e nitidez ideais.

ISO 640

ISO 640

ISO 6400

ISO 6400

2. Abertura

A abertura, que é representada pelo número f das configurações da sua câmera (por exemplo, f/16, f/2.8) controla o foco. Geralmente, quanto maior o número de abertura, mais aspectos da imagem estarão com o foco total. No exemplo acima, a peça está mais nítida em f /22 do que em f/3.5. Então, defina uma abertura maior do que f/11; isso permitirá que todos os aspectos dos seus produtos estejam com um foco completo.

Aperture 3.5

Aperture 3.5

Aperture 22

Aperture 22

3. Balanço de Branco

Balanço de branco refere-se à matiz de cor da imagem. Laranja e tons vermelhos são geralmente referidos como sendo “mais quentes”, com tons roxos e azuis como “mais frios.” A matiz de cor de uma imagem depende da fonte de luz que está sendo usada e da configuração de balanço de branco da câmera, que controla como a câmera interpreta as cores que ela registra. Há muitos tipos diferentes de fontes de luz, mas as mais comuns são as de tungstênio, fluorescente, LED e a luz solar natural.

Tungsten

Tungsten

Fluorescent

Fluorescent

Flash

Flash

Auto

Auto

Você pode configurar o balanço de branco especificamente de acordo com o tipo de fonte de luz que você está usando ou definir o balanço de branco como AUTO (AUTOMÁTICO) e deixar a câmera decidir. Seja qual for que você escolher, não se esqueça do balanço de branco ou você pode se sentir duramente pressionado a tentar recriar cores precisas no Photoshop. Para obter mais ajuda com a configuração da sua câmera, veja nossos artigos sobre ISO, e mais geral sobre manual camera settings.

Erro nº 6: Não Definir o Perfil Correto de Espaço de Cor

Muitos fotógrafos de vestuário se esquecem ou não sabem do passo crucial que é converter fotos editadas em um perfil de espaço de cores pronto para ser usado na web. Espaço de cor é uma gama específica de cores que podem ser apresentadas numa dada imagem. Algumas opções para espaços de cores são o Adobe RGB, CMYK e SRGB. Sem o espaço de cor correto, as cores dos produtos vão parecer totalmente diferentes quando vistas em diferentes telas de computadores, navegadores web e até mesmo sites. O SRGB é o melhor perfil de espaço de cores para manter suas imagens consistentes e vibrantes nas várias telas, navegadores e sites. Você pode optar por configurar a câmera para SRGB, eliminando assim a etapa extra de converter o arquivo para SRGB depois de editá-lo. Porém, o SRGB capta uma faixa mais limitada de cores do que o RGB padrão da sua câmera, então muitos profissionais optam por fazer a conversão somente após eles aperfeiçoarem suas imagens para evitar uma limitação na sua capacidade de edição.

Erro nº 7: Não Editar Adequadamente

Muitos comerciantes eletrônicos editam suas imagens de produto de uma forma inadequada, especialmente com relação ao corte, alinhamento, cor e fundos. É melhor manter todas os cortes, alinhamentos e fundos idênticos de imagem para imagem no seu catálogo. Para manter todas as imagens consistentes em relação umas às outras e diminuir o seu tempo de pós-processamento, desenvolva um conjunto padrão de especificações para ambas as situações, fotografar e editar.

1. Alinhamento

Certifique-se de que seus produtos são todos do mesmo tamanho e estão centralizados na sua imagem para que todos os ângulos, cantos e bordas de seus produtos se alinhem em relação um ao outro. Ter um consistently-aligned Ter um catálogo bem alinhado, com certeza, vai aumentar o apelo de seu site e produtos. A maneira mais fácil de garantir um alinhamento perfeito é criar linhas de orientação em no Photoshop.

2. Recorte

Da mesma forma que o alinhamento, é imprescindível que você recorte as imagens dos produtos de forma idêntica de modo a proporcionar ao cliente uma experiência perfeita de compras online. Se você usar linhas de orientação para o alinhamento, em seguida, cortar de forma coesa e dimensionar as imagens de acordo com as especificações de imagens do seu site não haverá problemas.

3. Fundo

Algumas empresas de comércio eletrônico escolhem fundos diferentes para exibir diferentes produtos. Embora isso possa parecer sem importância, manter todas as suas imagens de produtos coesas em relação umas às outras pode melhorar drasticamente o profissionalismo e o apelo do seu site e catálogo. Escolher um estilo de fundo e mantê-lo também pode eliminar tempo de pós-produção. É senso comum que fundos em branco ou cinza claro são os mais atraentes.

4. Cores

Outro erro comum em fotografia de vestuário é representar imprecisamente as cores das peças de vestuário. Mesmo que a câmera faça um ótimo trabalho criando uma coloração bastante precisa, se você configurá-la com o balanço de branco no modo AUTO, algumas cores como: neons, vermelhos e rosas são difíceis de fotografar corretamente na câmera e frequentemente precisam ser levemente alteradas no Photoshop.

Here are three variations of red.

Representações imprecisas de cores podem deixar os clientes frustrados e insatisfeitos, sendo assim é uma boa ideia tirar alguns minutos extras para garantir que as cores de suas roupas são precisas antes de enviá-las para o seu site. O mais importante é que você deseja que o seu cliente veja exatamente o que ele vai receber se ele pedir o produto.

Há uma série de maneiras de ajustar cores, então conheça o que o Photoshop tem a oferecer e escolha a sua ferramenta favorita. Depois de ter corrigido as cores, converta suas imagens em formato SRGB para ter certeza de que os diferentes navegadores, telas de computadores e sites não irão mudar as cores exatas nas quais você trabalhou tão duro para criar para os seus clientes.

Agora que você já sabe os 7 erros mais comuns na fotografia de vestuário, você tem a oportunidade de corrigir a sua rotina de trabalho e por as mãos na massa na criação de imagens maravilhosas de produtos para os seus clientes.

Eliminar esses maus hábitos ajudará consistentemente no seu site de comércio eletrônico e na satisfação dos seus clientes em geral.